PT | EN

Transporte marítimo: Qual o tipo de contentor que melhor se adapta às suas necessidades?

Publicado por: Eva Kerekes em 23/dez/2016 10:06:15

Transporte Marítimo: Qual o tipo de contentor que melhor se adapta às suas necessidades

A fim de obter a máxima rentabilidade para o seu negócio, você precisa de decidir sobre o método de transporte mais adequado, para que possa entregar a sua carga a tempo no destino pretendido, otimizando os custos do frete e ser tão simples quanto possível.

De um modo geral, grupagem (LCL) e carga completa (FCL) são termos que caracterizam os dois principais tipos de transporte de cargas em contentores.

Como calcular o volume de carga?

Se a carga for FCL, a taxa do frete tem por base a carga completa do contentor. No entanto, se a carga for LCL, o custo tem por base o volume de carga (m3). Se o peso total do embarque exceder os 1000 kg, o custo da carga é calculado com base no peso (ton). O transitário cobra a taxa LCL, por m3 ou por tonelada, conforme o que for maior.

Contentores: Tipos e dimensões

Um contentor é um recipiente de metal ou madeira, de grandes dimensões, destinado ao acondicionamento e transporte de carga em navioscomboios, etc. É também conhecido como cofre de carga, pois é dotado de dispositivos de segurança previstos por legislações nacionais e por convenções internacionais. Tem como característica principal constituir, hoje em dia, uma unidade de carga independente, com dimensões padrão em medidas inglesas (pés). A unidade base geralmente considerada é o TEU (Twenty feet Equivalent Unit).

Cada carga tem requisitos específicos, quanto ao tipo de contentor a usar para o seu transporte. Existem vários tipos de contentores disponíveis, desenhados especialmente  para a mercadoria a transportar. É responsabilidade do carregador assegurar que esses requisitos são cumpridos, isto é, que a sua mercadoria é devidamente embalada e estivada no contentor apropriado e em condições.

Para determinar o tipo de contentor que melhor atende às suas necessidades, deve saber que tem à sua disposição 13 tipos diferentes de contentores padrão ISO e uma variedade de tamanhos dentro desses tipos, adaptados às exigências dos comerciantes. Basicamente, você tem a possibilidade de enviar qualquer tipo de carga: de caráter geral, de grandes dimensões, até produtos químicos ou produtos com temperatura controlada.

A dimensão e a capacidade de carga de cada contentor, dentro do mesmo tipo, podem variar ligeiramente, dependendo de vários fatores. O peso máximo de carga permitido num contentor, também depende das limitações rodoviárias legais e/ou das capacidades de manuseamento das instalações portuárias dos países percorridos durante o transporte, entre a origem e o destino. Por isso, deve consultar um transitário quando reservar um contentor, que pode ajudá-lo com informações úteis.

Os parâmetros dos vários tipos de contentores diferem, conforme falamos de contentores padrão de 20 ou de 40 pés, contentores de 40 pés de elevada capacidade (High Cube), contentores Open Top ou Flat Rack.

Segue uma breve descrição dos vários tipos de contentores marítimos e do tipo de mercadorias, para os quais são recomendados:

  • Contentor Seco de Uso Geral DRY VAN (DV): é o contentor de aço mais comum, geralmente feito de paredes onduladas e piso de madeira. É utilizado para carga de uso geral até 2,280 m de altura (altura da porta) ou até 2 paletes de altura de 1,196 m cada (2,392 m de altura interna);
  • Contentor Seco de Uso Geral HIGH CUBE (HC): é feito de paredes onduladas e piso de madeira como o contentor DRY VAN, mas é um pouco maior. É utilizado para carga de uso geral até 2,590 m de altura (altura da porta) ou até 2 paletes de 1,345 m de altura cada (2,690 m de altura interna);
  • Contentor PALLET WIDE (PW): é feito de paredes onduladas e piso de madeira como o DRY VAN, mas com a diferença de poderem caber mais paletes por ser ligeiramente mais largo (cerca de 0,07m). É usado para carga geral, quando precisamos de transportar mais de 25 Europaletes;
  • Contentor PALLET WIDE HIGH CUBE: é feito de paredes onduladas e piso de madeira como o DRY VAN, mas como o é ligeiramente mais largo e mais alto. Tem capacidade para mais paletes (como o PALLET WIDE) e comporta carga até aproximadamente 2,690 m de altura (como o HIGH CUBE);
  • Contentor OPEN TOP (OT): tem as paredes de aço ondulado, piso de madeira e o telhado é removível. É excelente para um carregamento superior ou para carga excessivamente alta;
  • Contentor FLATRACK (FR): este tipo de contentor é simplesmente uma plataforma com as paredes das extremidades rebatíveis. É especialmente adequado para cargas pesadas e cargas de grandes dimensões, quando é necessário fazer o carregamento por cima ou pelas laterais. É usado para maquinaria pesada, equipamentos e materiais de construção ou para carga de projeto;
  • Contentor FLATRACK HIGH CUBE: este contentor tem as mesmas características de um contentor FLATRACK normal, à exceção de ser um pouco mais alto. Portanto, também pode ser usado para cargas pesadas ou de grandes dimensões, quando é necessário fazer o carregamento por cima ou pelas laterais;
  • Contentor REFRIGERADO ou REEFER (RF): tem o mesmo tamanho de um DRY VAN, mas tem um pouco menos de carga disponível devido ao espaço ocupado pela unidade de refrigeração. É usado para carga perecível ou que requer controlo da temperatura;
  • Contentor REFRIGERADO OU REEFER HIGH CUBE: é como um contentor REFRIGERADO normal, mas com um pouco mais espaço de carga como resultado de ser um pouco mais alto. É igualmente usado para carga perecível ou que requer controlo de temperatura;
  • Contentor PALLET WIDE HIGH CUBE REFRIGERADO: partilha as mesmas características de um Contentor REEFER HIGH CUBE mas, com a diferença, que neste cabem mais paletes porque é ligeiramente mais largo;
  • Contentor BULK (BK): pode ter três escotilhas de carregamento no telhado e duas escotilhas de descarga no lado da porta, que às vezes são equipados com tubos de descarga curtos para guiarem a carga a granel. Alternativamente, podem ser montadas duas escotilhas de descarga nas entradas das portas, para esvaziar os contentores. Alguns são equipados com bolsas para os garfos dos empilhadores, que permitem a manipulação por estes. São especialmente concebidos para transportar cargas a granel não embaladas, por exemplo, carvão, cimento ou minério;
  • Contentor TANQUE: é um tipo de contentor utilizado para transporte de produtos ou granéis líquidos, gases, alimentos e até cargas perigosas. Sua estrutura é composta de um tanque amplamente reforçado para evitar acidentes graves;
  • Contentor VENTILADO: a sua estrutura é semelhante a um recipiente seco, mas tem portas e/ou laterais ventiladas. Utilizado para carga que precisa de ventilação, normalmente é usado para o transporte de grãos de café verde ou grãos de cacau. A ventilação é fornecida por aberturas de ventilação nos trilhos laterais superior e inferior, que não deixam entrar aerossóis, para evitar a depreciação da carga por chuva, por exemplo.

eBook "5 Pontos a considerar antes de escolher a sua empresa de Transportes e Logística"

5_pontos_a_considerar_antes_de_escolher_a_sua_empresa_de_Transportes_e_Logstica_-_Mockup_-_PT.png

Download ebook

Autor: Eva Kerekes

Eva Kerekes é a Gestora de Relações Internacionais da Multicargo, que trata da numerosa rede de contatos internacionais que a Multicargo tem à sua disposição. Para além, do contacto diário com os agentes internacionais, ela também representa a empresa nas diversas conferências no exterior.

Tópicos: Transporte Marítimo